Receba dicas grátis!

Mão de obra terceirizada: 4 dicas para contratar funcionários para o condomínio

mão de obra terceirizadaNa hora de montar o quadro de colaboradores do condomínio é possível recorrer à mão de obra terceirizada. Escolher essa modalidade tem muitas vantagens, como a diminuição da burocracia e redução de vários custos. Sem ter que fazer a contratação interna, o condomínio consegue ter profissionais para funções específicas e ainda simplifica toda a etapa.

Contudo, contratar funcionários terceirizados exige atenção em alguns pontos. Dessa forma, você terá a certeza de fazer boas escolhas e aumentará os resultados positivos que serão obtidos.

Para entender melhor, veja como contratar a mão de obra terceirizada para o condomínio com 4 dicas.

1. Conheça as qualificações dos colaboradores

Na hora de montar uma equipe externa para realizar a limpeza do condomínio, por exemplo, é interessante que os profissionais sejam capacitados e experientes. Isso diminuirá a necessidade de retrabalhos e oferecerá um resultado melhor.

Na parte de segurança o cuidado deve ser ainda maior, assim como na escolha do porteiro. Solicite que a empresa forneça um resumo profissional dos trabalhadores, que serão designados para garantir uma boa seleção.

2. Confira a regularização antes de contratar funcionários

Ao contar com a mão de obra terceirizada, o condomínio fica isento de pagar direitos trabalhistas ou de realizar a regularização da documentação. No entanto, isso não significa deixar de lado esses assuntos.

Dependendo do caso, o funcionário pode abrir uma ação trabalhista contra a empresa contratada e incluir o condomínio como coautor da violação da lei. Para que isso não ocorra, é fundamental verificar se a mão de obra terceirizada tem todos os seus direitos respeitados.

Exija os comprovantes de pagamento dos salários e das contribuições trabalhistas obrigatórias. Dessa forma, haverá maior tranquilidade em montar o time de profissionais.

3. Analise as condições de contratação da mão de obra terceirizada

Antes de assinar o contrato e contratar funcionários de modo externo, é essencial fazer uma análise completa das características oferecidas. Veja, por exemplo, se o preço é compatível com o serviço prestado e com a qualidade oferecida. Desconfie de valores muito baixos, pois são grandes as chances de não haver total regularização.

Cuide, ainda, para compreender o que o negócio diz sobre a substituição de colaboradores que faltam ou que precisam se afastar. Para favorecer a etapa, é interessante que a empresa reúna todas as modalidades necessárias para ocupar as funções do condomínio. Assim, há economia e maior simplificação da gestão.

4. Tenha o apoio de uma administradora de condomínios

Quando se fala em contratar uma empresa para a administração de condomínios, é comum pensar em ter um síndico profissional ou uma gestão contábil mais robusta. O que nem todo mundo sabe é que uma boa administradora também auxilia na resolução de diversos problemas — inclusive, na etapa de contratar funcionários.

Ao ter o apoio de um time como esse é possível fazer a seleção da empresa mais adequada para as necessidades. Além de tudo, é um jeito de diminuir o tempo necessário de contratação e de utilizar melhor os recursos disponíveis.

Optar pela mão de obra terceirizada é um ótimo caminho para o condomínio. Antes de contratar funcionários, coloque essas dicas em prática e obtenha os melhores efeitos.

Quais são as suas dúvidas e dificuldades sobre o assunto? Deixe nos comentários e participe!

Adicionar comentário