Receba dicas grátis!

Como manter o seu prédio seguro de assaltos?

prédio seguro

O problema da violência urbana é uma das maiores preocupações da população. Morar em apartamento é uma saída encontrada para quem deseja ter uma sensação maior de segurança e tranquilidade. Ao mesmo tempo, só dá para garantir um nível elevado de proteção se algumas medidas forem tomadas.

Como síndico, é fundamental executar as ações corretas e liderar pelo exemplo. Desse jeito, é possível lidar com menos imprevistos e problemas referentes à proteção do patrimônio e das pessoas.

Por isso, veja algumas dicas para deixar o prédio seguro e longe de assaltos.

Invista na tecnologia voltada para a segurança

Tudo começa com a realização de investimentos de alta qualidade e que sejam voltados para a segurança. Ter um sistema de comunicação eficiente via interfone, por exemplo, evita que o porteiro tenha que entrar em contato com alguém no portão. Da mesma forma, ter uma espécie de “gaiola” para a entrada de pessoas previne invasões com moradores feitos de refém.

Para completar, não se esqueça de itens como sistema de alarme e de monitoramento por câmeras. Com recursos de qualidade e uma boa equipe especializada no tema, o edifício ganha um reforço importante. Se for preciso, abra um debate em uma assembleia para que todos ofereçam suas sugestões.

Estabeleça boas práticas para manter o prédio seguro

Não adiantará ter todo o equipamento necessário de segurança se as medidas certas não foram tomadas por funcionários e condôminos. É papel do síndico elaborar essas práticas, divulgá-las e garantir o seu cumprimento.

É o caso de solicitar que as pessoas não aluguem a vaga na garagem, além de sugerir que não deem a chave para estranhos. Também é relevante orientar em relações atípicas, como entregadores, prestadores de serviço e até transeuntes que solicitam ajuda.

Tudo deve ser repassado e é fundamental que haja uma participação coletiva. Ninguém pode abrir brechas para a atuação criminosa, de modo a manter a segurança de todos.

Mantenha uma lista atualizada de moradores, visitantes e funcionários

Já que o controle de acesso é tão importante para manter o prédio seguro, é recomendado ter uma lista com todas as pessoas que estão autorizadas a entrar no prédio. Estabeleça uma relação com todos os moradores, funcionários e visitantes recorrentes. Estimule os envolvidos a fazerem o cadastro para evitar complicações no futuro e para manter um registro adequado.

É essencial que a relação esteja continuamente atualizada. Se um morador se mudou ou se um funcionário saiu da equipe, por exemplo, é preciso que as informações sejam modificadas. Novamente, é uma medida necessária para evitar que o processo se torne uma brecha.

Tenha cuidado com a rotatividade da equipe

Os funcionários têm que ser escolhidos e mantidos corretamente se a intenção é ter um prédio seguro. Do contrário, todos estarão expostos a condições inseguras e as chances de sofrer problemas aumentam.

Contar com uma equipe de alta rotatividade, por exemplo, significa ter um grande número de pessoas com acesso aos processos e aos elementos de segurança. Quanto mais gente passar nas funções, maiores são os riscos de um assalto acontecer com informação privilegiada.

Para que isso não ocorra, prefira reter talentos. Crie um ambiente agradável e acolhedor e trabalhe para evitar a saída constante de profissionais, sejam eles terceirizados ou não. Além de economizar no processo seletivo, esse é um modo de fortalecer os laços de confiança.

Ao executar essas medidas, ter um prédio seguro se torna um desafio bem menor. Como resultado, é possível viver mais tranquilo e com excelente qualidade de vida!

O que você tem feito pela segurança predial? Conte nos comentários e participe!

Adicionar comentário