Receba dicas grátis!

5 livros sobre administração de condomínio que todo síndico deve ler

O síndico é um administrador. Ainda que não seja exigido que, para exercer sua função, ele precise ser formado no curso de Administração de Empresas, ele precisa ser autodidata e aprender por conta própria ou fazer alguns cursos que poderão ajudá-lo em sua tarefas.

Quanto melhor entender de administração, mais eficiente será sua gestão e maiores as chances de os moradores gostarem de sua atuação.

Veja a seguir 5 livros sobre administração de condomínio que os síndicos devem ler!

1. A Essência do Líder (Warren Bennis)

Todo síndico deve ser, sem dúvida, um líder. Warren Bennis, famoso especialista no assunto liderança, aborda o tema de forma interessante, a partir da pesquisa que efetuou com empresários, pensadores, cientistas e outas classes de profissionais e estudiosos.

É uma importante fonte de insights para o leitor e aplica-se perfeitamente à função de síndico. Muitos consideram esse livro uma obra filosófica. Definir a essência do que é ser líder é o alvo que o autor se propõe alcançar.

Para Bennis, a liderança exige autoconhecimento e metas bem definidas.

A obra já se tornou um clássico entre os livros que abordam aspectos administrativos e potencial de liderança.

2. Ser Síndico Não é Padecer no Condomínio (Lino Araújo, Gabriela Rocha e Sérgio Jafet).

Esse é um livro destinado especificamente à administração de condomínio — daí sua importância para o profissional que exerce a gestão de um condomínio.

Os autores tratam de assuntos de relevantes importância para qualquer síndico que deseje fazer uma gestão valorosa.

A forma como o conteúdo é passado também ajuda a assimilar melhor a leitura, pois se trata do tradicional método de perguntas e respostas. Ao todo, são mais de 600 questões sobre legislação, vizinhança, assembleias, obras e assim por diante.

3. Prática Administrativa e Jurídica do Condomínio (Adalberto de Andrade Maciel)

É outra obra com foco exclusivo na administração de condomínio. Adalberto de Andrade é advogado especializado na gestão de condomínios.

Nessa obra, ele esclarece sobre a legislação e os pontos da Constituição Federal que se relacionam com a gestão condominial.

Cabe ao administrador do prédio conhecer da melhor maneira possível as leis relacionadas a condomínios, pois assim ele evitará problemas legais e com os próprios moradores.

O assunto é tratado de forma clara e simples, o que o torna mais acessível para síndicos que ainda não têm um formação na área de administração.

4. Sou Síndico, E AGORA? (Cristiano de Souza Oliveira)

Desde a edição do Novo Código Civil, a estrutura administrativa e jurídica dos condomínios vem passando por grandes mudanças. Como se sabe, toda transformação costuma trazer consigo dificuldades e até sofrimento.

O advogado e consultor em administração de condomínio, Cristiano de Souza, criou esse guia simples e prático cuja proposta é servir de livrinho de cabeceira dos síndicos que pretendem manter uma gestão satisfatória e dentro da lei.

O autor define o que é condomínio edilício, os direitos e deveres dos condôminos, fala sobre as multas e as moratórias, sobre as vagas na garagem e áreas comuns, sobre as obras no prédio e outras coisas, até sobre a extinção do condomínio edilício.

5. Os Dez Mandamentos da Gestão Empresarial: Desvendando os Segredos e os Bastidores da Administração de Condomínio (Wagner Benedito Pradella)

O título é muito longo, mas a obra é boa. Não foi escrita por Moisés, mas pode ser considerada uma obra de muita importância para o síndico que pretende realizar uma gestão eficiente e produtiva.

O assunto é abordado com clareza e simplicidade, são dadas dicas valiosas, existem exemplos reais e um pouco de humor, além de ser um material para reflexão. Muitas experiências são compartilhadas e as principais dificuldades administrativas são apresentadas.

Trata-se de uma obra única sobre o tema, em que o autor define os Dez Mandamentos da Administração de Condomínio:

  • Gestão Eficaz;
  • Implantações;
  • Segurança;
  • Manutenções;
  • V. Funcionários;
  • Regulamento;
  • Sustentabilidade;
  • Conflitos Internos;
  • Grupo de Oposição;
  • Fluxo de Despesas.

O que achou dessas dicas de livros sobre administração de condomínio? O que as pessoas pensam de sua administração como síndico? Já leu alguma dessas obras? Faça seu comentário aqui no blog.

Adicionar comentário